Um mês em Nova York estudando inglês e morando no campus da escola

Aprender uma língua nova é sempre uma excelente ideia, e juntar isso com a oportunidade de viajar para estudar é melhor ainda. Hoje conversamos com o Gustavo, 15, que passou um mês em Thornwood perto de Nova York estudando inglês pela EF. O programa que ele escolheu se destaque pela empresa possuir seu próprio campus, com dormitórios, restaurantes, salas de aula e mais.

Veja o que mais ele nos contou:

Como você descobriu o curso?

Por indicação de amigos.

Como você se inscreveu?

Fiz tudo pela agência. Como o campus é dele.

Meu pai escolheu NY por ter um campus da EF. Como era meu primeiro intercâmbio, ele não quis que eu ficasse em casa de família logo de primeira, que seria o caso se eu escolhesse outros destinos.

Chegando lá dividi o quarto com um turco e um tailandês.

São 2 campus, o de Terrytown e o de Thornwood. O de Terrytown é maior mas não tem banheiro dentro dos quartos. O de Thornwood, que foi o que eu fiquei, tinha banheiro dentro dos quartos e era um pouco melhor. Lembrando que os dormitórios possuem andares diferentes para gêneros diferentes.

Como era seu dia a dia? 

Na maioria dos dias acordava 15 minutos antes da aula porque o prédio que estudava era muito perto do dormitório. Então, ficava lá ate meio dia.

De tarde ou ficava no campus com os amigos e jogava basquete, ou ia para NY passear.

Quando chega lá, eles entregam uma folha com o cronograma dos 30 dias que vai ficar, e você pode escolher o que fazer dentro dessas opções. E caso você juntasse um grupo de 6 pessoas, poderia definir seu passeio. E todos sempre acompanhados de um professor ou monitor.

Como eram as aulas?

Nunca tinha um horário fixo. Ou seja, não tinha aula só de manhã ou só a tarde. Sendo que eram 2 por dia no máximo, com duração de 1h20. Gostava que era tudo bem descontraído, com conversação entre os alunos baseado em um tema específico.  E no final a professora passava gramática e revia novos termos.

Toda sexta-feira tinha uma palestra para todos os alunos do campus, relacionado a algum tema da cultura americana.

IMG_8665
Sala de aula EF Thorwood

 

Como foi a convivência com outras culturas?

Eu achei uma coisa muito legal, porque além de aprender a cultura do próprio país você conhece a cultura das pessoas que convive. Aprendeu coisas da Tailândia e da Turquia que meus amigos me ensinaram.

Meus roommates eram muito divertidos.

No dia que cheguei, estava muito cansado por conta da viagem e do avião. Fui para o quarto no meu dormitório e estava sozinho, mas me avisaram que mais uma menino ia chegar. Nos 2 primeiros dias foi um pouco estranho, mas fomos nos enturmando. Até que o terceiro menino chegou e ficamos bem amigos.

O que fazia nos finais de semana?

Não tinha aulas nos finais de semana mas existia uma programação. Você poderia escolher por viagens para Boston, Philadelphia e até Toronto no Canadá (mas essa precisava de visto e eu não tinha).

E também tinha atividades como ir em outlets, visitar o Central Park ou a Times Square.

A com isso você escolhia o que fazer.

IMG_8680
NY

 

Um desafio? 

No Brasil, se você faz aulas de inglês, dá para falar normal, mesmo sendo o melhor aluno da turma. Mas já chega no avião e alguém fala como você, não dá para entender nada.

A língua foi uma dificuldade nos 2 primeiros dias, mas depois foi ficando tranquilo. Melhorei muito, ganhei liberdade para me comunicar, tanto na aula como com as pessoas.

O que mais gostou? 

Gostei da viagem toda, mas os pontos fortes foram a Broadway, o jogo dos Yankees e as visitas a Times Square. 

IMG_8753
Jogo do New York Yankees

O que evitar? 

Não fique com medo de experimentar as coisas. Tem que ir e provar da cultura, do lugar e não passar o dia no computador. Vá para a cidade, passear e conhecer novos lugares.

Dicas úteis? 

Se seu programa tiver opções de viagem para outros países, veja se precisa visto com antecedência.

Recomenda muito as pessoas a fazerem. Quero fazer outro, só que dessa vez de um ano.

Veja também:

2 Comentários

  1. Juliana Pinhosays:

    Gente! Quanto custa isso? Eu quero!!!!

    • Go Alongsays:

      Olá Juliana! Tudo bem??
      Você pode consultar no próprio site da EF para saber melhor sobre os custos!

      abraços

Deixe um comentário

Please be polite. We appreciate that. Your email address will not be published and required fields are marked