Quer ser voluntário? – Expedição de Ajuda Humanitária – Lixão Gramacho (RJ)

ONG Reviva e Arte Salva abrem inscrições para a Expedição de Ajuda Humanitária no Lixão Gramacho (RJ) que beneficiará mais de 200 moradores

Em 2012, o maior lixão a céu aberto da América Latina teve suas atividades encerradas, deixando mais de 20 mil moradores da área do Aterro Sanitário de Jardim Gramacho, em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro com a promessa de melhoria e qualidade de vida. Cinco anos se passaram, e os moradores continuam sem saneamento básico, moradia e condições dignas de sobrevivência.

ONG Reviva abre vagas para voluntários em Moçambique e fotógrafo em Mariana (MG)

Já contamos aqui a incrível história da Bia, uma pessoa que decidiu dedicar sua vida em ajudar ao próxima. Ela criou a ONG Reviva, que ajuda comunidades carentes principalmente em Moçambique, levando água potável, construindo escolas, dando aula para as crianças e muito mais.

Seu trabalho também se estende para o Brasil, onde no último ano tem se dedicado ao projeto AMARIANA, para ajudar as pessoas e comunidades afetadas pelo grande desastre causado pela quebra da barragem da Samarco.

A história da Bia encantou muitas pessoas, e recentemente esses projetos criaram oportunidades para pessoas de fora. 5 vagas para voluntários em Moçambique e uma vaga para um fotografo acompanhar a equipe em Mariana.

Entenda melhor as oportunidades:

52 dias no Peru trabalhando com crianças carentes e aprendendo o real valor da vida

Viagens para a América do Sul são sempre algo mais prático por sua proximidade, mas sempre surpreendem positivamente na jornada de cada um. Tanto por cultura, como por um povo receptivo e até pela natureza.

Isso tudo junto se torna ainda mais especial se o propósito da sua viagem for algo de tão valioso como um trabalho voluntário. E foi isso que a Giseli, 20, fez. Entre 30 de Dezembro de 2014 e 20 de Fevereiro de 2015, ela doou aquilo que não se compra, o tempo de cada um para se dedicar ao próximo. Seu destino foi para Lima, no Peru, onde ela trabalhou em uma casa com crianças abandonadas.

Veja o que ela nos contou: