Remote Year Mês 4 : LIMA

 Explorando a gastronomia, degustando piscos e realizando sonho

 

Todas as pessoas com quem eu falei durante o mês de abril me perguntaram: “Aiii como ta Lima? Você tá amando né? Dá para ver pela sua cara e pelos seus posts” – minha resposta: “Aiiii, tô, super!” – 100% verdade.

Chegar na primeira cidade com praia depois de 3 meses viajando e ser recebida com um pôr do sol espetacular já deixou uma boa impressão logo de cara, a qual só se intensificou com o passar dos dias, dias em que eu tive mais energia para acordar cedo e fazer exercício, ir até a praia nos pés dos penhascos – sim, uma caminhada de 30 minutos + uma escadaria de 89 degraus (#puglitifa) – só para passar o final da tarde, depois de um dia intenso de trabalho, sentada no píer, lendo e vendo as pessoas passearem e surfarem.

Remote Year Mês 3 : MEDELLIN

MÊS 3 : MEDELLIN

pablito e a restauração de uma cidade

 

OK, OK eu sei que estou um “pouco” atrasada com esse post que deveria ter sido escrito logo após o meu 3º mês de viagem ter terminado e está sendo postado só agora, no meio do 5º mês…MAS antes tarde do que nunca, né?

Minhas justificativas: trabalho + trabalho + um 4º mês em Lima com muito trabalho, e algumas viagens ao longo do caminho.

Como as startups influenciaram minha vida morando no Silicon Valley

Morar fora do Brasil foi uma decisão que mudou a minha vida, abriu portas e oportunidades que jamais conseguiria se tivesse ficado na minha zona de conforto. Já compartilhei um pouco dos meus dois anos em que vivi na Califórnia, aqui.

Parte da minha vida em São Francisco foi estagiar em um empresa de tecnologia, onde tive meu primeiro contato com o incrível mundo das startups. Ver o nascimento e, em muitos casos, o amadurecimento de empresas com soluções tecnológicas para problemas do dia a dia impactou muito minha experiência morando no Silicon Valley.

Ele se mudou para Portugal e agora trabalha para ser um nômade digital

O estilo de vida de um nômade digital vêem ganhando espaço na mente de jovens. Afinal, porque deixar que o trabalho te impeça de viajar se você pode viajar e trabalhar ao mesmo tempo?!

O Murilo, com quem falamos hoje, descobriu esse modo de viver depois que se mudou para Portugal. Ele se encantou com tudo que o mundo tem para mostrar e oferecer.

Como viajar te traz conhecimentos, vindo dos próprios lugares e das pessoas que conhecemos também, ele entrou em contato com esse modo de viver e decidiu adotá-lo para si mesmo. Veja os desafios e oportunidades que o Murilo encara: