Paris é sempre uma boa ideia!

Como não amar Paris, a cidade luz?!

Diferente do que muitos pensam, existe uma Paris além da Champs Elysées, Louvre e Saint Honoré. Uma cidade multifacetada, riquíssima em história, cultura e gente de todos os tipos.

Paris é uma cidade para todos os gostos!

A melhor surpresa durante o seu dia é topar com a Torre Eiffel quando você menos espera.

Pensando nisso, e agregando a importância dos estudos, a Mariana, 21, fez nesse ano (2014) um intercâmbio de 1 semestre na ISC Paris.

O curso que ela fez é muito adaptável ao que você busca, já que as matérias são todas optativas. Só é necessário manter um mínimo de créditos, no caso dela eram 4 matérias no mínimo. Ela optou por fazer 4 matérias em inglês e 2 em francês.

O site deles tem muitas informações sobre os cursos. Já adiantando que você tem opções de graduação e pós graduação, tanto em francês como em inglês.

 

Olha só que bacana a história da Mariana:

 

Como você descobriu o curso?

Em uma agência de intercâmbio. A primeira ideia era ir por convênio pela minha faculdade do Brasil, mas seria para outra escola na Europa. Então optei por ir independentemente.

Como você se inscreveu?

Foi tudo intermediado pela agência de intercâmbio.

Como achou moradia?

Procurei pela internet, sem indicação nenhuma porque não conhecia ninguém que tivesse morado em Paris. Queria um lugar com jovens, como um dormitório. Até que encontrei uma rede alugava estúdios, parecia interessante, eram quartos pequenos e simples, mas estávamos na vibe de ir no estilo de estudante mesmo. O prédio era vizinho de uma faculdade muito boa. Então fechamos o apartamento.

O problema foi quando chegamos lá.

Não tinha ninguém para entregar as chaves do apartamento. Era uma sexta-feira, e só conseguiriam me entregar as chaves na segunda-feira. Acabei indo para um hotel, e passei o final de semana nele.

Quando entrei no apartamento, vi que era parecido com as fotos mas era decadente! Tudo em obra, o elevador não funcionava (subir as escadas com as malas de 30 quilos cada foi bem difícil). As máquinas de lavar roupas estavam todas quebradas e sujas, o quarto era todo nojento e horrível, e o chuveiro era péssimo. O pior de tudo, não tinha wifi!

Ligamos para os nossos pais, desesperadas!

Durante a semana, minha amiga do Brasil e eu, ficávamos na faculdade até mais tarde para usar o wifi, procurando um lugar novo para morar. Então, encontramos um que era uma graça, atrás da Notre-Dame. O único problema era ser muito pequeno para 2 pessoas morarem por 6 meses.

Aí, lembrei que em 2012 eu tinha ido a Paris para passar 1 mês estudando francês e que tinha todos os e-mails da época guardados. Resolvi procurar o proprietário do apartamento que eu tinha ficado naquele ano, e ver se ele tinha algo disponível.

Foi quando nossa sorte mudou.

Ele falou que exatamente o mesmo apartamento que eu tinha ficado em 2012 estava disponível a partir de fevereiro. Então ficamos até o final de Janeiro no apartamento número 2 até poder mudar para o apartamento número 3 em Fevereiro.

  • Dois sites que eu recomendo para achar moradia são: o Paris Attitude e o Only Apartments.

Como era seu dia a dia? 

Cada dia era de um jeito. Os horários de aula variavam de acordo com as matérias que eu estava matriculada. Basicamente, era uma aula de manhã e outra de tarde. Mas dava tempo de voltar pra casa pra almoçar.

Depois da aula eu ia correr no Jardim de Luxemburgo. No restante do dia eu fazia turismo, sempre algo novo no meu guia de Paris. E sempre de metrô.

A noite, quando nao tinha algo da faculdade para fazer ia no cinema ou saia com o meu date.

O que fazia nos finais de semana? 

Basicamente turismo ou viajava. Viajei muito, 12 países no total. E claro, muita balada!

Um desafio?

Aprender conviver com outra pessoa (colega de apartamento) sendo filha única.

O que mais gostou?

Meus momentos de reflexão.

Tinham muitos momentos sozinha, então saía andando pela cidade, parava em algum lugar para pensar na vida. Eu estava muito em paz, muito feliz, então sempre me lembrava disso e ficava contente.

O que evitar?

O metrô as 5 da tarde e a Champs Elysées no domingo.

Dicas úteis? 

  1. Seja paciente com os franceses, eles não são tão irritados como todo mundo pensa. Seja simpático com eles, tenha cortesia, comprimete-os, arrisque um “bonjour” e um “s’il vous plaît
  2. Registre tudo que puder! Seja com filme, foto ou diário de viagem!

Porque tempo é cruel com as memórias, e suas melhores lembranças podem ser um dia apagadas

 

E hoje, melhor do que fotos, que tal ver 1 segundo de cada dia da experiência da Mariana?! Veja só que incrível:

 

 

1 Comentários

  1. amei!!! obrigada pela oportunidade de contar minha história :)))

Deixe um comentário

Please be polite. We appreciate that. Your email address will not be published and required fields are marked