O que falar em um primeiro contato com uma faculdade no exterior?

Estudar em uma faculdade no exterior exige um certo “correr atrás” de tudo que for necessário, por isso, saber como entrar em contato com uma universidade, com quem falar e o que falar para se apresentar é importante.

Pense assim, você quer falar com alguém de dentro da faculdade que possa te passar todas as informações necessárias, que realmente seja a pessoa para responder todas suas perguntas. Mas aí já surge a primeira dúvida:

Para quem devo mandar um email para tirar essas dúvidas?

A resposta é simples: Essas instituições normalmente possuem um escritório somente para atender alunos internacionais. Tente achar dentro do site da faculdade o email desse setor para poder conversar sobre sua situação, possibilidades e exigências para se candidatar a uma vaga. Caso acontece de você receber a resposta “não somos nós que cuidamos desse assunto”, é provável que você já seja encaminhado para o setor que pode te atender. Se não te passarem imediatamente esse contato, pergunte quem seria a pessoa certa para conversar.

Lembre-se: o importante é correr atrás da pessoa certa para falar. Isso só vai acontecer se você tentar e tentar, até conseguir o contato que buscava.

Ao mesmo momento que você busca a pessoa certa para falar, é preciso explicar para a universidade o que está buscando e a sua situação. O ideal é já contar o máximo que puder no primeiro email, para que a pessoa que esteja lendo entenda o seu caso e, assim, possa encaminhar o seu caso para o setor correto.

Uma vez que a sua situação foi bem explicada, a universidade consegue te informar se você é elegível para uma vaga, e tudo que precisa apresentar, as datas para poder enviar os documentos, cartas e provas que precisa fazer e todo o restante.

Então, vamos explicar tudo o que é importante escrever nesse email:

Comece se apresentando. Fale seu nome, idade, nacionalidade, e qual o nível de estudo (se já se formou no colegial, se ainda vai se formar, se já está na universidade e etc).

Depois disso, aprofunde o assunto. Fale que carreira quer seguir, o que está buscando em uma faculdade no exterior ou o curso que escolheu.

Explique também um pouco do seu histórico (cursos que já fez, por exemplo) e sua experiência profissional. Se tiver experiência profissional, além de explicar sua função no trabalho, fale também um pouco da empresa onde trabalhou e o ramo em que ela atua.

Se você tiver outro passaporte que não seja o brasileiro (dupla-nacionalidade), fale isso no email também. Isso pode abrir possibilidades.

Outro fator importante envolve as finanças. Diga se você estiver buscando uma bolsa de estudos ou ajuda financeira.

E por final, peça uma orientação. Pergunte qual direção deve tomar, se seria elegível para uma vaga, onde pode buscar informações, com quem pode tirar dúvidas e tudo o que deve fazer.

E não se esqueça: depois que você tiver uma resposta do que fazer, vai demorar um tempo até juntar tudo o que precisa. Por isso que falamos que é preciso correr atrás. Imagine as seguintes situações:

  • A universidade pede seu histórico escolar: seu trabalho vai ser pedir na escola e esperar que ela entregue. Esse documento dificilmente sai no mesmo dia.
  • A universidade pede que faça o TOEFL: você precisa marcar a prova, que normalmente tem fila de espera e mesmo assim você precisa estudar. Já dá pra contar um mês nisso.
  • A universidade pediu cartas de referência: agora você precisa achar um professor o um chefe que possa escrever uma indicação sua.
  • Os documentos precisam ser em inglês e juramentados: você vai procurar uma tradutor juramentado e esperar que ele traduza tudo.

Essas são apenas algumas coisas que podem tomar seu tempo.

Vê como tudo isso pode ser demorado? Por isso é importante iniciar o processo de comunicação com a faculdade o quanto antes.

Boa sorte e corra atrás!

Veja também:

Deixe um comentário

Please be polite. We appreciate that. Your email address will not be published and required fields are marked