O Coaching e a decisão de morar em outro país

Decidir seguir adiante com os planos de morar fora definitivamente ou mesmo por um período, não é simples. A distância dos pais, parentes e amigos, a mudança de casa, a convivência com uma nova cultura, o medo do desconhecido e a incerteza se a decisão será a melhor nesse momento da sua vida são fatores que influenciam nesse julgamento.

Algumas pessoas, pela sua personalidade ou criação, tem mais facilidade em mudar pois o desconhecido não lhe parece tão assustador ou pela certeza que a nova experiência vale mais do que enfrentar seus medos. Mas, outras pessoas apresentam uma resistência maior ao novo e isso pode ser uma barreira e um limitador que vão acabar impedindo de viver uma experiência enriquecedora. O Coaching também vai te ajudar nesse momento que pode ser um divisor de águas na sua vida.

O primeiro ensinamento de Coaching e que a gente tem sempre que lembrar: você é o responsável pela sua vida e pelos rumos que ela toma. Portanto, seu pensamento deve ser: o que vou extrair dessa mudança? Esse movimento está alinhado com meus valores? Faz parte ou vai permitir que eu coloque em prática minha missão de vida? É um passo ou uma fase para que eu atinja meus objetivos?

Com esses pensamentos respondidos, podemos identificar as perdas e ganhos que você terá enfrentando esse desafio:

O que você vai ganhar com isso? – Esses serão seus motivadores, o que a nova experiência trará que lhe dará prazer.

O que você vai perder com isso? – Esses são os sabotadores, que vão te causar dor e podem levá-lo a desistir.

O que você vai ganhar senão tiver isso? – Esses também são sabotadores, mas que vão te causar prazer. Exemplo: Ficarei mais tempo com minha família.

O que você vai perder se não tiver isso? – Esses fatores serão seus motivadores pela dor, pela perda. O que você não vai poder desfrutar ou colher se não passar por essa oportunidade?

Após a identificação desses fatores acima, você vai ter mais claro as vantagens e desvantagens da nova empreitada. Como já alinhamos que ela está de acordo com sua missão e objetivos, sua tarefa agora é buscar manter sempre em mente os seus motivadores e planejar como minimizar suas perdas para que elas não acabem sabotando seus planos. Por exemplo, você detectou que será uma perda estar longe em momentos importantes da vida de seus amigos: casamentos, festas de aniversários, etc. Você pode elencar esses momentos e decidir voltar para seu país no evento mais importante. Nos outros, pode participar por Skype ou Facetime. Assim você consegue estar presente mesmo estando longe.

Boa sorte e boa viagem!

image5-2-1Marina Tourinho é Professional and Self Coach pelo Instituto Brasileiro de Coaching (IBC) com as seguintes certificações internacionais: Behavioral Coaching Institute (BCI), European Coaching Association (ECA), Global Coaching Community (GCC) e International Association of Coaching Institute (ICI). Licenciada como Analista Comportamental e Analista 360o pelo Instituto Brasileiro de Coaching (IBC).

Atua há mais de 12 anos na área de Recursos Humanos, com ampla experiência como Business Partner de RH e como especialista em Treinamento e Desenvolvimento.

Deixe um comentário

Please be polite. We appreciate that. Your email address will not be published and required fields are marked