Morando em Paris e conhecendo a Europa!

Como não achar que Paris é sempre uma boa idéia?

É a cidade que te envolve em cultura e história, te encanta com sua vida social e te rende com uma gastronomia única! Então, mais uma vez, contamos a história de mais uma pessoa que fez intercâmbio para a cidade luz.

Foi no ano de 2012, entre os meses de Janeiro e Julho, que o Marcelo começou a estudar na Université Paris Dauphine. Uma das melhores faculdades da França, e que leva seu reconhecimento pelo mundo afora.

bTSF_9evYlFzE0TImNKOqt_jURbv18xIbdV4bV5Fwac
Faculdade


Aqui no Brasil, o Marcelo estudava na FEA-USP. O programa de intercâmbio da escola com certeza é um diferencial. Quando um aluno vai para outra faculdade conveniada, um aluno estrangeiro entra em seu lugar, e vice-versa. Deste modo, não há custo com a faculdade, somente com moradia, comida e gastos do dia-a-dia.

Lá, o Marcelo prestou 4 matérias, sendo 3 em inglês e 1 em francês.

Vejo só o que mais ele contou:

Como você descobriu o curso?

Pelo convênio da faculdade. Você vai para faculdades que tem acordos com a USP.

Como você se inscreveu?

Me inscrevi pela FEA. Eles tem uma organização dentro da faculdade que te ajuda com o intercâmbio.

Como achou moradia?

Perguntei para amigos que já tinham ido. Me indicaram o Paris Attitude – Eles cuidam de toda parte contratual com o dono do apartamento, são muito confiáveis.

Como era seu dia a dia? 

Tinha aula de terça a quinta. Os horários variavam entre manhã e tarde. E quando não estava em aula, ficava estudando na biblioteca da faculdade. Também almoçava por lá, o refeitório era muito barato, gastava em média 3,50 euros.

Me programei para ter aulas nesses dias porque queria viajar bastante nos finais de semana. Mas quando ficava em Paris, ia para museus, parques, festas, casa de amigos.

slider
images not found

O que fazia nos finais de semana?

Viajei muito. Também tive muitos feriados lá  – winter break e summer break.

Na metade de maio minhas aula acabaram. Então fiz um mochilão e 40 dias com uns amigos. Fomos para o Egito, Israel, Croácia, o Leste Europeu, Grécia, enfim, muitos lugares.

Usamos muito a companhia aérea Ryanair. É a mais barata de todas, mas é muito perrengue para levar mala. Eles dão multa por qualquer coisa (se sua mala é muito grande ou está muito pesada, por exemplo)

slider
images not found

Um desafio? 

A língua francesa.

Antes de ir, fiz um ano e meio de aula de francês. Mas você acaba aprendendo mesmo no dia a dia, com conversas mais específicas, como conversar com a proprietário do apartamento, abrir uma conta no banco ou criar uma conta de celular.

O que mais gostou?

O contato com outras culturas. Eu tinha uma cabeça muito fechada antes do intercâmbio.

Na faculdade, você entre em contato com várias nacionalidades, é uma mistura cultural muito diferente, gostos diferentes. Mas como todos estão na mesma vibe, todos se unem e viram amigos.

Outra coisa que gostei é o fato do intercâmbio te abrir muitas portas. Tanto como nome no CV até contatos que criamos fora do Brasil. É uma rede internacional de contatos que te ajuda.

O que evitar? 

Alojamento da faculdade, muita gente ficou e não gostou. Os lugares são sujos, são sustentados pelo governo, e podem até ser perigosos. Você tem que ter noção de onde ficar, para não se surpreender.

Cuidado com golpes também, um amigo procurou moradia na internet sem referência, e teria que fazer um depósito em uma suposta conta na Inglaterra – perdeu o dinheiro.

Não fechar nada sem ter referência, ver com quem foi antes ou usar sites confiáveis.

 

Veja também: 2 anos Californiando! 

Aprenda italiano, sob o sol da Toscana!

 

2 Comentários

  1. Renansays:

    Olá! Eu realmente gosto das histórias que leio aqui,mas me pergunto não tem ninguém que foi pra fora para estudar nutrição e que poderia me contar de sua experiência? :-/

    • Go Alongsays:

      Olá Renan, tudo bem?
      haha, realmente, ainda não encontramos alguém que tenha estudado nutrição. Mas pode deixar que vamos tentar encontrar para montar uma boa matéria para você!
      Que bom que gosta das outras histórias e nos acompanha!
      Grande abraço e obrigado pela sugestão.

Deixe um comentário

Please be polite. We appreciate that. Your email address will not be published and required fields are marked