Da Califórnia para Nova York!

Live in New York City once, but leave before it makes you hard. Live in northern California once, but leave before it makes you soft.

Olá!

Hoje vamos contar a história da Sharon, 24, que em 2012 se mudou para Califórnia para fazer uma extensão de marketing na UC Berkeley.

Se você acompanha o Go Along, vai se lembrar que já falamos de algumas pessoas que fizeram UC Berkeley. Todos estudaram juntos, são grandes amigos, mas cada um teve um destino diferente depois do curso. O que mostra as inúmeras possibilidades que você pode ter quando faz um intercâmbio.

Após 4 meses em Berkeley, a Sharon conseguiu um estágio em Nova York! Não só trabalhando e morando em uma das cidades mais admiradas do mundo, ela trabalhou na área de moda, para… nada mais nada menos que… Oscar De La Renta! Uma das marcas mais chiques e mais reconhecidas no mundo da moda.

Olha só que ela nos contou:

Motivo

Sempre quis fazer intercâmbio, mas queria mais do que apenas ir para fora para estudar inglês.

Queria algo que pudesse agregar à minha carreira profissional.

Como você descobriu o curso?

O curso eu descobri através da agência de intercâmbios. Eles me apresentaram algumas opções, mas na hora que ouvi Berkeley já sabia que era o que eu queria.

Eles comentaram sobre a possibilidade de fazer estágio, mas eu optei por pensar nisso ao longo do curso, o que acabou sendo ótimo.

Eu não tive dúvidas de que queria continuar nos EUA!

Como você se inscreveu?

Fiz tudo pela agência de intercâmbio, mas pelo que vi com outras pessoas que também estudaram lá, é fácil fazer diretamente com a universidade.

Como achou moradia?

Através de uma amiga, curiosamente nós estávamos indo para a mesma universidade e na mesma época, então decidimos morar juntas. Ela que encontrou o apartamento, no Campanille Court, que era ótimo e cheio de estudantes também.

Já o apartamento de NY, achei através de um corretor que foi indicado por amigos.

Fiz questão de ficar perto do meu estágio, para facilitar meu dia-a-dia.

É bom se preparar financeiramente caso queira ir para Nova York, pois dificilmente o aluguel será barato por lá.

Como era seu dia a dia?

Em Berkeley eu ia para a aula durante o dia, e depois tinha o fim da tarde para estudar ou trabalhar em projetos. Costumava fazer alguma atividade física depois disso e a noite sempre me encontrava com amigos. Acho que essa é a coisa mais bacana de fazer intercâmbio;

as amizades que fazemos são super fortes, vira uma família longe de casa. Foi algo que me fez muita falta em NY, inclusive.

Amigos
Amigos

Em NY eu trabalhava bastante, entrava às 9h  e dificilmente saía antes das 19h, mas valeu cada minuto da experiência. Cada dia era diferente, tive a oportunidade de vivenciar várias atividades típicas do setor de moda, como a fashion week, sessões fotográficas, preparação de showroom e ponto-de-venda, entre outras. Foi uma experiência muito bacana, muito enriquecedora.

custom_gallery
images not found

O que fazia nos finais de semana?

Ia explorar a cidade, tanto em Berkeley quanto em NY. Já tinha ido para ambos os lugares anteriormente, mas apenas a turismo. Morar é completamente diferente, você vê tudo sob uma nova perspectiva.

Em NY, eu recebi algumas visitas, então era mais uma oportunidade para conhecer lugares novos e menos óbvios, o que NY tem aos montes. Andei pela cidade toda, fui à museus, restaurantes e etc. Também conheci melhor o Brooklyn, um passeio que vale bastante a pena.

10644803_865300683489823_7744509438827753895_n

Um desafio?

Com certeza foi morar sozinha e lidar com nova-iorquinos, que definitivamente não são as pessoas mais acolhedoras do mundo. Aprendi muito, em compensação. Acho que tudo depende do desafio que você está buscando.

Eu realmente quis sair da minha zona de conforto e, apesar dos apertos que passei, valeu muito a pena.

O que mais gostou?

De morar na cidade mais incrível do mundo! E trabalhar numa das empresas mais renomadas do mercado de moda.

O que evitar? 

É sempre bom tomar cuidado, afinal cidades grandes têm riscos como todas as outras. Uma dica é tentar morar com algum amigo ou conhecido. Se isso não for possível, tente achar um apartamento que tenha porteiro (não é tão comum nos EUA) ou pelo menos uma gerência que possa auxiliar em emergências.

Dicas úteis?

App Hopstop para transporte público, e o Seamless para delivery de comida.

Também ir a um jogo de basquete da NBA.

Jogo do Knicks
Jogo do Knicks

Fique sempre atento, tente sair sempre em grupo – foi o conselho que me deram e que eu repasso por que vale a pena.

O resto é explorar a cidade sem medo e aproveitar as milhões de experiências que o intercâmbio pode oferecer!

Veja Também:

Deixe um comentário

Please be polite. We appreciate that. Your email address will not be published and required fields are marked