Coaching na Prática: Detectando práticas e princípios do Coaching sendo aplicados

Escrevo muito para vocês sobre as teorias do coaching, indicando ferramentas e metodologias para aplicarmos o coaching no nosso dia-a-dia. Mas a verdade é que frequentemente praticamos alguns princípios do coaching sem nem ao menos percebermos.

Fazer uma lista de metas para o ano, agradecer e comemorar quando conquistamos algo, recorrer aos nossos valores e princípios quando tomamos uma decisão, analisar uma atitude ou ação que tomamos, tudo isso está dentro das práticas do coaching.

Para ilustrar situações em que as práticas de coaching são utilizadas (mesmo que sem querer) podemos observar o premiado filme La La Land. Sebastian (personagem de Ryan Gosling) acaba funcionando como um coach para Mia (personagem de Emma Stone). Através de provocações, Sebastian faz com que Mia olhe sua essência, se analise e crie autoconsciência para entender que ela não estava perseguindo o que realmente queria e o que gostava. Ainda a incentiva a traçar e implementar um plano para atingir seu estado desejado.

Já no filme Capitão Fantástico, o pai de família Ben, cria uma comunidade alternativa com sua esposa e escolhe viver afastado da sociedade, pois não compartilha com vários valores e princípios que a sociedade impõe e pratica. Ele e os filhos vivem na floresta, sem contato com outras pessoas. Bem acredita estar desempenhando um ótimo papel na educação e criação de seus filhos, sendo um bom coach para desenvolvê-los. No entanto falha em um ponto determinante: é ele quem escolhe o que cada um vai estudar, que papel vai desempenhar e como vai se comportar. Não permite que cada filho, mesmo os maiores, se analisem, se conheçam, para então programar como seus objetivos serão realizados. O coach não acha as respostas e determina caminhos, ele leva cada um a encontrar as respostas dentro de si mesmo.

Esses são apenas dois exemplos de filmes em que podemos detectar e discutir aspectos do coaching. Vocês lembram algum outro filme, ou serie que pode ser relacionado ao coaching? Comente aqui para trocarmos idéias!

image5-2-1Marina Tourinho é Professional and Self Coach pelo Instituto Brasileiro de Coaching (IBC) com as seguintes certificações internacionais: Behavioral Coaching Institute (BCI), European Coaching Association (ECA), Global Coaching Community (GCC) e International Association of Coaching Institute (ICI). Licenciada como Analista Comportamental e Analista 360o pelo Instituto Brasileiro de Coaching (IBC).

Atua há mais de 12 anos na área de Recursos Humanos, com ampla experiência como Business Partner de RH e como especialista em Treinamento e Desenvolvimento.

 

Deixe um comentário

Please be polite. We appreciate that. Your email address will not be published and required fields are marked