Precisa-se de pessoas para mudar o mundo. Com experiência ou sem.

O mundo de vez em quando nos assusta. Mas se eu fechar os olhos e fingir não saber o que outros vivem, meu dia vai ficar melhor, certo?

Claro, mas já pensou que certas pessoas, que se fecharem seus olhos ou fingirem não saber o que acontece em suas vidas, acabam morrendo?

Não é exagero. É realidade.

ONG Reviva abre vagas para voluntários em Moçambique e fotógrafo em Mariana (MG)

Já contamos aqui a incrível história da Bia, uma pessoa que decidiu dedicar sua vida em ajudar ao próxima. Ela criou a ONG Reviva, que ajuda comunidades carentes principalmente em Moçambique, levando água potável, construindo escolas, dando aula para as crianças e muito mais.

Seu trabalho também se estende para o Brasil, onde no último ano tem se dedicado ao projeto AMARIANA, para ajudar as pessoas e comunidades afetadas pelo grande desastre causado pela quebra da barragem da Samarco.

A história da Bia encantou muitas pessoas, e recentemente esses projetos criaram oportunidades para pessoas de fora. 5 vagas para voluntários em Moçambique e uma vaga para um fotografo acompanhar a equipe em Mariana.

Entenda melhor as oportunidades:

3 países, 2 trabalhos voluntários e 1 viagem

Trabalhos voluntários pelo mundo, normalmente, se resumem a períodos menores de tempo do que um intercâmbio de 6 meses. Hoje, conversamos com a Lia, que resolveu trancar um semestre da faculdade e juntou 2 programas de trabalho voluntário para passar o mesmo período trabalhando e viajando pela Ásia.

Sua viagem começou em Julho de 2015 passando por Índia, Nepal e finalizando tudo no Sri Lanka.

Veja o que la nos contou:

A voluntária que conheceu Moçambique e hoje dedica sua vida a ajudar as pessoas de lá

A história de hoje não conta apenas sobre uma viagem de voluntariado feita pela Beatriz. Mas sim como começou a dedicar sua vida a pessoas que precisam. Como ela mesma nos disse “não acredito que possa mudar o mundo, mas sei que posso mudar o mundo de algumas pessoas”.

Veja o que ela nos contou sobre sua trajetória, a de sua ONG e a de algumas pessoas que tiveram a sorte de conhecê-la:

Uma viagem voluntária para o Sri Lanka que seguiu para outros países na Ásia

Viagens de trabalho voluntário podem envolver milhões de atividades. Sempre muito valiosas.

Hoje, falamos com o Diego, 21, que viajou entre os meses de Dezembro de 2014 até Fevereiro de 2015 para o Sri Lanka. Mas dessa vez, o objetivo da viagem envolvia uma parceria com empresas locais para desenvolver o turismo no país. Lá, Diego conheceu os parques nacionais, fez safáris e montou conteúdo sobre tudo que vivenciou.

Veja o que mais ele nos contou: