A história do Thanksgiving e o surgimento da Black Friday

Um dos feriados mais comemorados por americanos é o Thanksgiving, ou Dia de Ações de Graças. Nesse dia, que acontece sempre na última quinta-feira do mês de Novembro, familiares e amigos se unem para memorar sobre tudo aquilo que eles agradecem com uma ceia festiva.

Tudo começou como um costume em meados de 1621, onde colônias individuais de índios se uniam para agradecer a colheita de outono. Com o tempo, mais colônias e estados dos Estados Unidos celebravam o Thanksgiving. Até que em 1863, o feriado foi oficializado como feriado nacional pelo presidente Abraham Lincoln.

Mas com o passar de tantos anos, seu significado original foi se dissolvendo. Hoje, para a maioria dos americanos, ele representa uma bela ceia compartilhada com sua família e amigos, se tornando em um momento especial de união. O prato principal dessa refeição, feito por 90% dos americanos que celebram o feriado, é o Peru. Existe uma estimativa que diz que 46 milhões de Perus são mortos anualmente para o Dia de Ações de Graça. (A população americana é de aproximadamente 325 milhões de habitantes).

Além disso, um dos símbolos do dia são as paradas/desfiles comemorativos. A mais famosa delas, que acontece desde 1924, é o desfile da loja de departamentos Macy’s. Ela acontece na cidade de Nova York, atrai cerca de 2-3 milhões de pessoas em um percurso de 4km e gera uma audiência televisiva gigantesca.

Desfile Macy's
Desfile Macy’s

 

 

Qual a relação do Thanksgiving com a Black Friday?

Existem algumas teorias de quando o termo Black Friday foi utilizado pela primeira vez. Nenhuma delas possui uma história bonita, mas dizem que a versão original surgiu no estado da Filadélfia, em 1950, criado por policias que diziam que a sexta-feira após o Thanksgiving era um dia de extra horas de trabalho, lidando com problemas causados pela grande movimentação do feriado.

Por volta de 1961, o termo já havia se popularizado pelo estado, e era sim, um termo bem negativo. Mas em 1980, as lojas de varejo viram a oportunidade de transformar esse termo negativo em algo positivo, criando um dia de grandes descontos para seus clientes. Marcado pelas grandes promoções, as empresas de varejo criaram esse dia para eliminar seus estoques e conseguirem lucrar com a grande quantidade de vendas.

Com os anos, essa data se popularizou pelo mundo, chagando em países como Brasil e Japão. Mas nada se compara ao original dos Estados Unidos, marcado por preços baixos, confusão e excesso de pessoas. Mas afinal, o que não fazemos por um bom preço?

Vejam um exemplo da loja Urban Outfitters nos Estados Unidos, abrindo para a Black Friday:

 

Deixe um comentário

Please be polite. We appreciate that. Your email address will not be published and required fields are marked