6 passos para achar a moradia certa em outro país

Uma das partes mais importantes quando vamos morar fora é escolher moradia. E é aí que começam as dúvidas e incertezas, afinal como achar algo bacana? Como saber se é a escolha certa ou se não estamos caindo em uma furada?

Mas tudo isso faz parte do processo de achar seu lar estrangeiro. E para achar algo ideal para ao seu estilo, vejam 6 passos que podemos tomar para escolher um cantinho especial.

1. Começando a procurar

Em um momento inicial, é bacana definir se você quer chegar no seu destino com sua casa já definida ou se prefere procurar depois que chegar para ter certeza absoluta do que está fazendo.

Se optar por escolher a distância tente procurar por sites ou imobiliárias confiantes ou com referências de amigos. Mas se preferir escolher depois que chegar no país, uma boa ideia para uma estadia provisória em suas primeiras semanas é ficar em um hotel ou alugar algo provisório pelo Airbnb, um site muito confiável para locações de casas, apartamentos ou até quartos em outro país.

2. Orçamento

Para melhorar o seu processo de busca, defina previamente um mínimo e um máximo que gastaria de aluguel. Isso é importante para você ir mais certeiro ao que vai “caber” no bolso e não perder tempo com opções inviáveis.

3. Localização

A localização é o item mais importante depois do custo. É necessário levar alguns fatores em consideração, como:

O local é longe de sua faculdade ou trabalho? Se sim, calcule o quanto vai gastar de transporte, dependendo do valor, pode valer mais a pena gastar um pouco mais com o aluguel de um lugar mais perto do que gastar aluguel + transporte.

Também vale a pena conferir se há um ponto de ônibus ou uma estação de metrô por perto caso você não tenha seu próprio meio de transporte.

– O que há em volta? É sempre bom ter algumas coisas perto de casa, como supermercado, academia, farmácia e até restaurantes. Isso facilita um pouco o seu dia a dia.

– Qual o estilo do bairro? Se você pretende curtir o que a cidade tem a oferecer, especialmente perto de você, tente optar por um bairro que tenha o que você procura (ex. um bairro agitado ou um mais calmo) e principalmente saber se ele é seguro.

4. Tipo de moradia

Os tipos de moradia variam muito, principalmente quando ligados a custo ou estilo. Mas opções não faltam, você pode escolher em ficar no dormitório da faculdade, alugar um quarto e dividir a casa com outras pessoas, dividir um quarto com outra pessoa, alugar um apartamento somente para você, escolher uma casa para dividir com amigos e muitos outros modos que se pode encontrar pelo mundo.

Outra coisa que não pode ser esquecida é se você quer um local já mobiliado para não ter que gastar com utensílios domésticos e móveis.

5. Contratos

Para períodos mais compridos, é normal que você tenha que assinar um contrato de aluguel. Nele, poderá estar estabelecido um tempo mínimo de permanência. Certifique-se de que ele se encaixa com o tempo que você vai morar no local, pois se for embora antes, talvez corra o risco de pagar o aluguel até o fim do contrato, e sub-locar pode ser complicado.

Caso o contrato seja para menos tempo do que for ficar, veja como funciona a renovação deste. Uma boa dica é deixar para renovar algum tempo antes do final do contrato. Isso porque talvez queira procurar por algo novo depois de conhecer melhor a cidade, então não se comprometa muito antes.

6. Fuja de truques

Ao procurar por algo mais desconhecido e ainda em outro país, tome cuidado para não cair em truques. Infelizmente isso acontece muito, mas como evitar?

Suspeite, seja curioso! Se algo não estiver fazendo sentido, tome cuidado. Histórias como “aluguei um apartamento em Paris mas me pediram para pagar em uma conta em Londres” ou “o dono do apartamento quer que eu pague tudo antecipadamente para uma imobiliária que ele indicou” normalmente acabam com o dinheiro sumindo sem saber como recuperar e ainda sem moradia. Então se puder evitar situações estranhas e escolher algo mais seguro, não se arrisque.

Também tente descobrir tudo que puder sobre o local e não confie só em algumas fotos. Peça fotos atuais, procure a casa no google maps, veja relatos de pessoas que já se hospedaram no local e, se conhecer alguém no destino, peça um bom favor de que ele visite o local para você.

E depois que escolher sua nova casa e ver que era exatamente o que procurava, aproveite! Decore com seu jeito e gosto, e faça dele o “seu cantinho”, para viver essa incrível experiência de morar em outro país.

Veja também:

Deixe um comentário

Please be polite. We appreciate that. Your email address will not be published and required fields are marked